A HISTÓRIA DO
SISTEMA VING TSUN



“O Sistema Ving Tsun teve sua origem na Dinastia Ching, sob o reinado do Imperador Yung Jing (Yong Zheng). O Monastério Siu Lam (Shaolin) foi destruído pelo fogo. Entretanto, deste incidente, cinco pessoas de hierarquia superior conseguiram sobreviver, ocultando-se em diferentes montanhas.

A monja Ng Mui (Wu Mei), uma das sobreviventes, decidiu morar em Wan Nan (Yunnan), na divisa com a Montanha Miu (Miao), no Templo Pak Hok (Bai Huo). Casualmente, ela viu o combate entre uma serpente e uma garça, fato que a inspirou a desenvolver um novo método de Arte Marcial.

Logo a seguir, Ng Mui (Wu Mei) ensinou a recém-criada arte marcial para Yim Ving Tsun, a fim de que pudesse defender-se e punir um perverso rufião que queria desposá-la à força. Após o ocorrido, Yim Ving Tsun dedicou-se totalmente a estruturar este novo método, dividindo-o em Siu Nim Tao, Chum Kiu, Biu Je, Moy Fah Jong, Luk Dim Boon Kwan e Bot Jom Doa.

Em sua homenagem, seus seguidores passaram a chamar o novo sistema de Ving Tsun Kuen.

Yim Ving Tsun passou a arte para o seu marido, Leung Bok Toa, que transmitiu seus conhecimentos para Wong Wah Po.

Wong Wah Po ensinou a Leung Lan Kwai e a Leung Yee Tai. Leung Jan recebeu seus conhecimentos de Yee Tai.

Fung Wah e Chan Wah Shuen compartilharam os ensinamentos do Sr. Jan. Grão-Mestre Yip Man aprendeu o sistema completo de Chan Wah Shuen, sendo o atual Patriarca do Estilo Ving Tsun.

Eu humildemente relato a árvore genealógica de nosso estilo, conforme o que foi passado a mim, carregando assim, a chama do saber de gerações de mestres e discípulos. É meu desejo, ao narrar a síntese da história do Estilo Ving Tsun, apresentá-la aos discípulos de gerações vindouras.”

Moy Yat, 1968.